O primeiro crawl a gente nunca esquece…

… esse título ficou péssimo… hauhauahuahauahuahua… gente, desculpem…

É com muita emoção que informo que nadei crawl pela primeira vez!!!! Aeaeaeaeaeaeaeaeae \o/

Sou rycaaaaaaaaaaaaa

Puta que pariu! Esses meus professores são os melhores que eu podia ter!

Nem sei se falo primeiro do nado, primeiro dos professores… afffff… desesperada pra contar tudo de uma vez… a vontade é fazer um vídeo pra falar tudo de uma vez feito uma louca, mas tenho vergonha! 😛

Vamos lá! Algumas informações importantes até chegarmos no feito da Sexta Super (nome carinhoso dado pelo professor William ao dia da semana que tem a melhor aula do curso):

Primeiro, não sei se todos sabem, mas eu não nadava há 35 anos (quase 36 no mês que vem)! Isso é importante…

Depois, os meus professores são APENAS os melhores treinadores de natação do Sistema Solar:

Alberto Bernardo Klar

Licenciado em 1975 em Educação Física pela UFRJ; professor titular da cadeira de Natação da UniFMU desde 1990; coordenado do curso de pós-graduação de Atividades Aquáticas da UniFMU desde 1994.

Foi treinador da Seleção Brasileira de Natação nos Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992 e Atlanta em 1996, chefe da Delegação Brasileira de Natação no Jogos Pan Americanos de Winipeg, Canadá, em 1999. Além disso, foi treinador da Seleção Brasileira de Natação nos Jogos Pan Americanos de Mar Del Plata em 1995.

Alberto é membro do Conselho Técnico da CBDA e foi treinador da seleção Brasileira de Natação em 6 Campeonatos Sul Americanos.

Foi eleito em 2000 o Profissional do Ano pela Fitness Brasil e em 2004 foi treinador da atleta Carla Moreno (Triathlon), para os Jogos Olímpicos de Atenas.

William Urizzi de Lima

Graduado em Educação Física pela Faculdade de Educação Física de Santos e Psicólogo Clínico pela Faculdade de Psicologia da Iniversidade Metodista de São Bernardo do Campo, William é professor de graduação e pós-graduação da disciplina de Atividades Aquáticas da UniFMU e da Universidade Gama Filho, além de ser professor convidado da Universidade de São Paulo e Universidade de Campinas.

Foi técnico de várias seleções brasileiras, dentre elas, Jogos Pan-Americanos em Havana de 1991 e Winipeg em 1999.

É diretor pedagógico da Dolphins Academia, Natação  e Fitness e diretor da WA, Assessoria e Promoções Esportivas.

Consultor técnico, assessor pedagógico e técnico da Metodologia Gustavo Borges Formativa e Competitiva.

Foi técnico da Associação Portuguesa de Natação – Vila Real – Portugal em 2000 e é comentarista de natação convidado da ESPN Brasil.

Resumidamente, os ninjas aquáticos!

Aconteceu tudo de repente nesta última aula, e quando vi, estava nadando! Mas tivemos vários exercícios de ambientação antes, claro…

Os dois primeiros dias de natação foram em sala de aula, pois, mais importante que nadar bem, é aprendermos a ensinar atividades aquáticas sem traumas, né?

Dia 4 de setembro foi a primeira vez que entramos na água, mas foi só uma “adaptação ao meio líquido”, como diz o objetivo da aula do dia. A ideia era entrar na piscina e se acostumar a afundar a cabeça na água, pois, apesar de alguns colegas já terem a natação como esporte principal, outros têm medo d’água… não é o meu caso! Eu só NÃO SABIA nadar, mas me jogava em qualquer lugar que desse pé! E, às vezes, até nos lugares que não davam pé também! Sempre que faço passeio de escuna nas praias da vida, e a escuna para no meio do mar para o pessoal nadar, eu sempre pulo na água com a camaradagem de um querido espaguete! 😉

A turma do espaguete na água, sou dessas  \o/

Esta primeira aula foi tudo ok! Sussa!

Dia 11 de setembro iria ser o início da metodologia para flutuação! Obaaaaaaaaaaaaaa… mas vocês não sabem o que aconteceu… :-O

Uma colega tomou uma trombada na aula de handebol, que é antes da aula de natação, e a patela da  pequena bailarina saiu do lugar. Affffffffffffffffff… que dó!!! Como sou representante de sala, achei que não fazia mais do que obrigação acompanhá-la ao hospital. Os bombeiros da faculdade fizeram os primeiros socorros e nos deixaram no hospital X (não lembro o nome, é ali do lado do metrô Ana Rosa).

Pronto! Comprometeu minha vida aquática, pensei… rs

No dia 18 começamos a bater perninhas com auxílio de flutuador e/ou coleguinha e avançamos um pouquinho mais! Até aí, super tranquilo pra mim ainda!

Na semana passada, dia 25, a coisa começou a complicar um pouquinho. Tivemos que fazer deslizamento (se mover sem bater perna) sem a ajuda do coleguinha e sem flutuador! Depois, o exercício foi atravessar a piscina duma lateral (não ponta) à outra flutuando e batendo perna. Affffff… como cansa! E, por fim, nadar com o flutuador à frente, fazendo bracinho de crawlzinho!

“O bracinho do crawlzinho faz assim, tcham, tcham
O bracinho do crawlzinho faz assim, tcham, tcham
Cotovelo levantado, o bracinho do crawlzinho faz assim, tcham, tcham”

Partitura by Valdemar Arantes Neto ❤

Para ouvir: https://musescore.com/user/4990451/scores/1265291

Esta e várias outras musiquinhas fazem parte da metodologia de ensino. Podemos falar mais sobre isso depois…

Eis que chegou a primeira Sexta Super de outubro e, no conteúdo programático, “Hidrodinâmica e Biomecânica – Resistências e Lei de Ação e Reação – CRAWL COMPLETO” (graças a Deus que só vi o tema depois da aula).

Como de costume, tivemos aula teórica na arquibancada da piscina e depois fomos para a água.

Começamos com deslizamento sem auxílio e sem trabalho de pernas. Depois deslocamento batendo as pernas. Todos eles até o meio da piscina semi olímpica, onde ainda da pé. Para respirar no meio do caminho, o planejado era que não se colocasse os pés no fundo da piscina, era pra nadar cachorrinho e latir para o coleguinha do lado, mas num clima bem amigável, sem rosnar… e, por fim, com o auxílio do flutuador, praticamos o braço do crawlzinho com musiquinha e tudo.

De repente, eu me distraí com a colega Luana e vi que todo mundo tinha jogado o espaguete para fora da piscina. Aí nós duas tomamos um susto e falamos “Ah, agora só falta ele mandar nadar crawl sem o espaguete!”, rimos muito e morremos afogadas…  não… o negócio ficou sério mesmo! NADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

Socorro, nem pensei muito para não fazer xixi na piscina. O profº William mandou sair a primeira fileira, foi a Rejane, mandou sair a segunda fileira, foi a Luana, mandou sair a terceira fileira e lá fui eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeuuuuuuuuuuuuu…

Me joguei sem pensar muito e fui… Gente, de repente, parei para respirar e já estava na metade do caminho. Respirei fundo e fui embora de novo! Mais algumas braçadas e pernadas e cheguei no fim da linha, o meio da piscina, junto às meninas!

Oi, migas! Tô indo bem?

Fizemos a maior festa na raia! Rejane, Luana e eu nadamos pela primeira vez! Aeeaeaeaeaeaea…

A Rejane parece que já se arriscava nas braçadas em piscinas que dão pé, mas a Luana e eu nem isso tínhamos no CV.

Vale ressaltar: sei lá como foi esse nado, me desloquei, mas deve estar todo torto!!!

Mas, na boa? Me senti a Etiene Medeiros!!! hahahahahaha…

Como ando muito fanfarrona, inventei um plano a longo prazo: participar de uma prova de triatlon quando acabar a facu.

Quem vem comigo??? \o/

Anúncios

6 comentários sobre “O primeiro crawl a gente nunca esquece…

  1. dievic disse:

    HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA!!!! Aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee, nega!!! Mucho bão!!!! Adógo!!! É uma DILÍÇA nadar, não tem nada na vida melhor do que água, amooooooooooooo!!!! PARABÉNS, viu??!! Vc vai looooonge!!! Só alegria!!!! Num guentei LATIR PARA O COLEGUINHA DO LADO, HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!! Bjocas e vaaaaaaaaaaaaaai, nega!!!! 😉

    Curtir

    • Marcela Dourado disse:

      Huahuahuahua “era só fazer o que o professor mandar”
      Agora sem zoeira, preciso ver o que fazer da vida… Lá realmente não dá pra aprender, toda aula é matéria nova, o crawl já foi dado, esta semana foi prova teórica e semana que vem já começa nado peito, se não me engano. Acho que vou ter que fazer aula por fora mesmo, ou ver as tais monitorias… Se está rolando…
      Quando falei do triatlo, pensei em vc mesmo… Huahuahuahua
      Bora, Diegooooooo!!!

      Curtir

  2. Nice disse:

    Nossa Má, que lindo ❤
    Realmente, o primeiro crawl a gente nunca esquece! hihihi
    Eu morria de medo de água, apesar de adorar uma piscina oi? Como isso?… é que eu vivia grudada na borda… ou na escadinha eheheheh
    Na praia? Eu ia só até o joelho e ficava com a tarefa de cuidar das crianças eheheh
    Quando eu nadei meu primeiro crawl, quase 5 meses depois de começar a aula de natação pq toda aula eu tinha cãimbra de pavor, foi lindo! ❤
    Aiinda não superei meu medo em piscina que não dá pé, mas um dia chego lá 🙂
    Seus posts nos despertam vontades adormecidas… eles vem dar uma cutucada nas nossas vontades hihihih
    Sempre tive vontade de participar de uma prova de triatlon… posso ir também?
    Tenho 4 anos pra superar meu medo de coisa q não dá pé hihihi
    Saudade de vc!

    Curtido por 1 pessoa

    • Marcela Dourado disse:

      A ideia é essa, Nicinha! Botar todo mundo pra se mexer! hahahahahahaha

      Já tenho 2 companheiros! Obaaaaaa… você e o Di! Bora treinar, amiga!

      As aulas de natação estão enroladas, ando muito sobrecarregada, não dá pra fazer tudo ao mesmo tempo, pode??? Acho isso ridículo! hahahahahahah

      Mas se a gente não pegar firme, não vai rolar nem daqui 4 anos! O negócio é tenso!

      Eu ainda tenho a vantagem de não travar nos lugares que não dá pé, isto é, se tiver uma boia, claro! Eu nunca me joguei na água funda sem suporte! Aula passada atravessei a piscina toda, mas estava com uma pranchinha de flutuação e foi sussa!

      O que me faz travar os dentes é a bike! Ando, mas mooooorro de medo! Essa vai ser a minha pior parte, perder esse pavor!

      É isso, amiga! Estou com saudades também! ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s